24 de out de 2014

A função da água na agricultura intuitiva

Por agricultura intuitiva, compreendemos a relação perceptiva com as forças vivas do solo, das águas, do ar, do sol... na produção de alimentos.

Quando despertamos sensibilidade para as redes de conexões interligadas na Teia da Vida, nos inspiramos a tomar outros tipos de decisões. 

Acreditamos que pesquisar os ciclos alimentares é estabelecer intimidade com os processos de produção da vida... para trabalhar com as inteligências da Natureza em uma cooperação profunda. 

Nesse caso, água vai servir mais do que para irrigação. Água é comunicação!



Na verdade, trocamos o conhecimento concreto, perfeito e acabado das escolas tradicionais de agronomia e estudos de agricultura em geral... pela nossa capacidade humana de aprender com os próprios erros e encontrar as próprias soluções com o auxílio do próprio espaço onde está sendo cultivado:

A terra passa a ser professora e a água? 

A monitora da turma!!!


Outras funções para a água na agricultura:


1. Homeopatia rural

A homeopatia é uma ciência surgida na Alemanha com o trabalho de Samuel Hahnemann, primeira metade do século XIX, que utiliza como matéria-prima primordial a água para criar substâncias medicinais utilizadas no processo de cura física e organização das energias sutis.

Na homeopatia, a água é vista como um veículo de transporte de energia.  Este processo confirma o poder da água de copiar e memorizar informações, a partir da comunicação por interferência de ondas eletromagnéticas.

Os recursos de diluição da matéria-prima original e da sucção (agitação do frasco para ativar as trocas de energia) criam um material único: o preparado homeopático, contendo todas as características que estavam presentes na base original.

Falaremos sobre nossas experiências com homeopatia na agricultura em uma postagem específica sobre o tema.  Aguardem!!!

As flores cosmos!!!

2.  Interlocução de saberes e energias!

Como fazer uma suposta interlocução de saberes com seu espaço de produção de vida?

Você recebe bioinformações da horta-jardim... quando:


Tomar banho e beber água solarizada com as ervas da Horta-Jardim: banhos com flores, ervas cheirosas, raízes... basta colher alguns ramos (especialmente em dias adequados para poda) e colocá-los em um recipiente (vidro, ágata, barro, inóx) com água ao sol.




Aliás, isso é uma conversa e tanto!!!

Nós adquirimos uma inteligência de jardim e captarmos sua sensibilidade! Cria, portanto, uma relação de intimidade que será traduzida em forma de inspirações mirabolantes no plantio e cultivo desses espaços de vida.

Uma incrível possibilidade de trocas de energia, tendo em vista o armazenamento nas águas das informações do jardim. 

Banho de malvavisco ou água solarizada dessa flor? Ambos são divinos! Converse com seu jardim!!!!
A outra possibilidade é você ofertar!

Quando você oferece suas bioinformações à horta-jardim...


Nesse caso, a horta-jardim passa a ser um local de acúmulo das energias vivas que permeiam a sua vida. É para lá onde se voltam os ciclos... 

Nesse momento, a horta-jardim torna-se aquele lugar especial, onde você troca informações com o ser vivo terra que mora ali e te alimenta com sabedoria. É o lugar para onde você vai levar a sua compostagem, diariamente e aplicá-la de modo direto na base dos canteiros; onde você jogará as águas que sobram dos seus escalda pés e dos banhos de assento com a ervas do jardim... 

Seu corpo será doador das suas informações originais! Para seu Jardim saber mais de você e organizar-se a partir da recepção destas bioinformações em um lindo gesto de transmutação biológica à baixa frequência. 

Para quem não sabe... a Teoria da transmutação biológica de Louis Kervran consiste na capacidade que um organismo vivo possui para identificar determinada substância bioquímica e, a partir dela, provocar mudanças internas capazes de transformá-la em nova informação viva. 

A inteligência orgânica, nesse caso sugerida pelo cientista Kervran, buscará internamente, e por si mesma, a criação de uma nova substância, a qual deverá suprir necessidades que o próprio corpo elege como prioritárias, naquele momento.

Se a Horta-Jardim é um ser vivo... Ela faria uma transmutação biológica a partir da recepção das nossas bioinformações? 


Produzirá vida nova em seus vegetais frescos, contendo tudo aquilo que nosso corpo disse que seria necessário, naquele momento?

Por certo, seria uma linda comunicação!
Boldo na Horta-Jardim...

Captando informações nas águas com as ervas e flores da horta-jardim

Capim limão com alfavacão cravo

Banho de trapoeraba rôxa: um luxo!
A percepção e aceitação dessas práticas ampliam em nós a noção de interdimensionalidade!

Vivenciamos as forças da sobrenatureza tecendo a Grande Teia da Vida

Passamos a enxergar além das limitações materiais, pois passamos a sentir mais do que examinar, quantificar e saber. 

Nos permitimos conhecer, com maior amplitude, a vida que nos rege... quando sabemos com o coração.

Agricultura intuitiva é um lindo pretexto para criar momentos de paz.

Entre nesta Roda!


Outras postagens para inspirar a prática da agricultura intuitiva na sua rotina:

Estilo de Vida Agroecológico com a Alimentação Viva
http://panelasdecapim.blogspot.com/2013/12/estilo-de-vida-agroecologico-com.html

Intuindo uma Horta-Jardim, Parte I
http://panelasdecapim.blogspot.com/2013/11/intuindo-uma-horta-jardim-parte-i.html

Intuindo uma Horta-Jardim, Parte II
http://panelasdecapim.blogspot.com/2013/12/hortajardim-parteii.html

4 comentários :

  1. Maravilhosa maneira de comunicação e integração com a natureza. Querida Aline,muito obrigada por nos trazer esse conhecimento.E mãos á obra!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rosemary!

      Que bom que você gostou!!! Fico muito feliz!

      Boa comunicação para ti!

      beijos

      Excluir
    2. Ontem eu estava fazendo o meu queijo de inhame com Remjuvelac! Resolvi lavar o Inhame antes e depois de descascado, em uma bacia. Usei bastante as mãos na interação do Inhame com a água. Ao invés de enviar a água da bacia para o esgoto da pia, joguei em um canteirinho de terra no meu quintal. Bom aí, com certeza, foram juntas,as minhas bio informações para a terra. Bom final de semana pra vc, Aline

      Excluir
    3. Oi Rosemary!

      Amei! Viva os canteirinhos!!!!

      Você é muito linda!!

      beijos

      Excluir

Olá!

Escreva aqui o seu comentário sobre a postagem.

Alimentação Viva: um outro estilo de viver

Afinal, o que é Alimentação Viva para você?  Para nós, não se trata de um hábito alimentar, muito menos de uma dieta. A Alimentação...

Jovens postagens

.

O conteúdo deste blog é ofertado aos leitores que desejam aprimorar-se nas práticas da Alimentação Viva e inspirar-se no estilo de vida ecológico.

Agradeço de profundo coração os compartilhamentos que CO-LABORAM para divulgar este trabalho, citando as respectivas fontes e autoria!

Aqui mora um pequeno resumo dos muitos anos dedicados à pesquisa, onde uso o meu próprio corpo como experimento.

Peço gentilmente que não utilizem as nossas publicações para fins comerciais. Só porque não vale à pena promover-se financeiramente às custas do esforço e criatividade alheios.

A Vida vem da Vida!

Com carinho,

Aline Chaves
A moça que planta nas panelas

Licença Creative Commons
Panelas de Capim de Aline Almeida Chaves está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://panelasdecapim.blogspot.com.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O que tem dentro das Panelas de Capim?