17 de out de 2014

Óleo de cenoura

Olá!

Esta semana trouxemos uma experiência ótima com as cenouras...

Uma forma de criar um óleo muito aromático e especial, que pode ser acrescentado para temperar legumes crus ralados ou cortados em quadradinhos. Ele dá um colorido e sabor bem especiais!!!!


Ótimo também em risotos, massas, tortas salgadas... 
Nas refeições doces, também é uma ótima pedida!

Vamos aprender como faz?

Primeira observação: 

Você vai precisar de um ingrediente muito importante e extremamento indispensável: SOL.

Mora em apartamento?

Arranja aí um telhado, terraço, pátio ou quintal na casa de alguém. Pode acreditar que vale à pena. No mais, o máximo que pode acontecer é convencê-lo a pesquisar o óleo de cenoura junto com você.

Nestas horas, é ótimo ter companhia para fazer novas descobertas. Assim, pelo menos, teremos uma testemunha das maravilhas que podemos criar.

Ingredientes:


2 cenouras médias
azeite de oliva extra-virgem (ou qualquer óleo vegetal prensado a frio que você preferir)
1 vidro esterilizado

Modo de fazer:


1. Esterilize um vidro com tampa. Use água fervente.

Atenção: é muito importante que os vidros sejam esterilizados, uma vez que este processo purifica o vidro. Desse modo, você seleciona apenas as bactérias que moram dentro dos vegetais.

2. Rale as cenouras. Separe em um pratinho.


2. Quando o vidro esfriar, coloque as cenouras raladas dentro. Prense bem. Preencha os espaços vazios com azeite... até cobrir a boca do vidro.

É muito importante que toda a cenoura esteja encoberta. Caso contrário, poderá oxidar e colocar tudo a perder...

Feche o vidro e leve ao sol por 3 dias inteiros. Deixa-lá que tudo irá se transformar!!! 

Guarde a sua curiosidade. Só mexa na alquimia quando for abri-la definitivamente.

Outra observação é que não vale mormaço, não! É muito importante que seja um sol constante e forte.


Passado o período de sol, abra o vidro. Coe as cenouras raladas e o azeite em um tecido de voal. Aperte muito bem. O líquido que escorre é o óleo de cenoura que está pronto.

Depois de um tempo (15 a 20 minutos), surge o amido da cenoura no fundo do pote. 


Se preferir, você pode coar o óleo NOVAMENTE. Basta despejá-lo em outro recipiente sobre uma peneira com um voal em cima.




 


No final, armazene seu óleo de cenoura em um vidro esterilizado com tampa. 

Espero que gostem! Dura, pelo menos, 1 mês.

beijos

Aline Chaves
Pequisadora dos Ciclos Alimentares e Alquimista de Vegetais Vivos

4 comentários :

  1. Amei, quando chegar o verão vou fazer ;)
    Obrigada pela receita!

    ResponderExcluir
  2. hum... já pensei em outros vegetais aqui... imagina uma beterraba, heim? Vou fazer no verãozão!
    Beijo,
    Taís Peyneau

    ResponderExcluir
  3. Amei..vou fazer..fico imaginando...o gostinho do óleo misturado ao gosto doce da cenoura! hummmm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Huummm é super interessante mesmo!

      Beijos linda!!!

      Excluir

Olá!

Escreva aqui o seu comentário sobre a postagem.

Alimentação Viva: um outro estilo de viver

Afinal, o que é Alimentação Viva para você?  Para nós, não se trata de um hábito alimentar, muito menos de uma dieta. A Alimentação...

Jovens postagens

.

O conteúdo deste blog é ofertado aos leitores que desejam aprimorar-se nas práticas da Alimentação Viva e inspirar-se no estilo de vida ecológico.

Agradeço de profundo coração os compartilhamentos que CO-LABORAM para divulgar este trabalho, citando as respectivas fontes e autoria!

Aqui mora um pequeno resumo dos muitos anos dedicados à pesquisa, onde uso o meu próprio corpo como experimento.

Peço gentilmente que não utilizem as nossas publicações para fins comerciais. Só porque não vale à pena promover-se financeiramente às custas do esforço e criatividade alheios.

A Vida vem da Vida!

Com carinho,

Aline Chaves
A moça que planta nas panelas

Licença Creative Commons
Panelas de Capim de Aline Almeida Chaves está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://panelasdecapim.blogspot.com.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O que tem dentro das Panelas de Capim?