29 de jun de 2013

Empadão de grão de bico germinado com palmito!

Panelas de Capim

Este empadão é tudo de bom!!!!!

Ingredientes:

Farinha de mandioca desidratada (clique aqui e aprenda a fazer)
1 palmito pupunha fresco (opcional)
1 beringela descascada
1 tomate
1 cebola
manjericão
Azeite, limão e sal

Aprenda a descascar sementes de grão-de-bico germinadas:


Em uma bancada, coloque as sementes dentro de um coador de voal. Feche o tecido com as sementes dentro e arraste um vidro roliço por cima do pano até dar uma quebradinha em todas elas. Coloque as sementes dentro de uma bacia com água e comece a separar as cascas que começam a boiar. Esfregue com as duas mãos. Depois de bem soltas, comece a despejar as cascas para fora da bacia.
Sementes germinadas e descascadas à mão!!! Então, mãos à obra!


Massa: 

Bata o grão de bico germinado e descascado no liquidificador com a farinha de mandioca desidratada. A dica é colocar o grão de bico no fundo e a farinha por cima. Vai virar uma massa amarelinha. tempere à gosto com sal, azeite (pode colocar 1 dente de alho raladinho, se quiser). Estique a massa em um recipiente.

Leve a massa ao sol para desidratar! Se não tiver sol, serve o forno aberto do seu fogão, no mínimo. Lembrando sempre de colocar as mãos na travessa para sentir a temperatura (máximo 42º).



Recheio:
Faça uma mistura de sabores. Beringela descascada e amassada com as mãos no azeite, limão e sal... tomate, cebola ralada e manjericão. Tempere e cubra a massa quando esta já estiver sequinha! Se você tem acesso à feira orgânica, vale a pena um palmito pupunha neste recheio de empadão.

Atenção, escorra bem o recheio para não ter excesso de líquidos sobre a massa. Senão, ela perde a substância e amolece novamente, ok?

Bom Apetite!!!

Este empadão é dos Deuses!!!!!!!!!

22 de jun de 2013

Re-ciclando terra...

Olá!

 Bem, então você vem fazendo lindos brotos... Não sabe o que fazer com a terra que resulta desse consumo?


Gramas de trigo
Esta é uma dica importante para quem deseja re-utilizar a terra dos brotos que já foram utilizados!!!

Sim, você escolheu otimizar seu tempo e energia organizando um sistema vivo de renovação, a resposta é: dá para aproveitar em uma nova plantação.

Eu, por exemplo, estou sempre renovando meu brotário com as terras dos brotos que já usei...

É simples! Você só precisa de 2 baldes furados... 

E jogo de cintura para observar os ciclos de transformação da terra :0)


Como funciona?
Após utilizar seus brotos, a terra que sobra vira um excelente preparado fértil. Só que, como tudo na vida, ela precisa de tempo para se decompor, certo?

Então, você vai organizar o tempo em baldes!!! Os baldes são furados no fundo para não reter umidade. Se você não tem quintal, coloca aquele reparo de vasos de plantas em baixo.

Balde 1: recepção das terras recém-utilizadas. Tampe com uma lajota para manter a umidade.


Balde 1: terra nova chegando
O descanso ocorre em 1 semana, tempo suficiente para as raízes dos brotos antigos se decomporem naturalmente. Viram terra nova outra vez. Isso significa que, após 1 semana esta terra está pronta para plantar e você já pode trabalhar com o segundo balde! :0)

Balde 2: é o balde onde você coleta a terra nova que já estava se decompondo desde a semana anterior (esse é o resultado do Balde 1 depois de 1 semana).
Balde 2: terra pronta
A tecnologia é colocar terra usada no Balde 1 novamente, enquanto você retira terra nova do Balde 2.

Após, 1 semana os baldes trocam de função e você começa tudo outra vez. Assim, você passa a reciclar a terra dos brotos!

Compreende?

Terra é tesouro... isso a gente não joga fora!

beijinhos

Aline

15 de jun de 2013

Ricotas Vivas e veganas... feitas com sementes germinadas


Orgulhosamente, tiramos leite da terra quando tomamos nosso suco de clorofila!

E melhor ainda, fazemos queijos de sementes, a partir da fermentação de cereais germinados (rejuvelac). Aprenda a fazer o seu rejuvelac aqui.

Ricotas de amendoim germinado, de girassol sem casca, de amêndoas, de nozes e de gergelim germinados. São maravilhosas!!!

Como fazer queijos e ricotas vegetais?

https://www.panelasdecapim.com.br/apostilasvivas


 

Quando você desidrata a ricota de sementes germinadas, ela fica com mais cara e sabor da memória afetiva!!!



Quer mais? 
Então, cadastre-se para participar das nossas atividades!
 http://form.jotformz.com/form/50863841502655 

8 de jun de 2013

Rejuvencendo com o Rejuvelac

Rejuvelac... o nome já diz! Rejuvenece...

Regenera células, tecidos, pessoas inteiras. É uma fermentação feita a partir de cereais germinados. Aqui concentram-se o poder das sementes germinadas e da colônia de microorganismos. É o ápice da pós-graduação no estilo de vida com a Alimentação Viva. 

Saiba mais sobre o poder de regeneração corporal provocado pelos alimentos fermentados AQUI.

O mais interessante é fazer rejuvelac dar certo!!! Pois, tem horas que não dá nem com reza forte... 

A organização das energias deve ser IMPECÁVEL!!! No rejuvelac vive um ecossistema muito sensível às variações externadas no ambiente. Isso significa dizer que cozinhas harmonizadas fazem um rejuvelac de primeira... Pode apostar!

DICA: vá testando em vários pontos da cozinha (ou da casa, rs)... Um dia, vai que dá certo!

Se der errado fica com um cheiro horroroso de valão podre! Ohhhh!! :0(

Uma experiência que tem dado certo é colocar CARVÃO VEGETAL (aquele que o povo usa para fazer fogo) próximo ao vidro do Rejuvelac.



Como na foto acima, o carvão deve ficar dentro um pote com água, que você troca a cada 2 dias. O pote com o vidro de Rejuvelac vai ficar imerso nestas águas com a pedra de carvão.

Prestem atenção! Carvão é sabedoria de árvore velha que encontrou o fogo. O uso do carvão é cheio de mistérios por conta das suas propriedades "adsorventes". Isso mesmo! Ele adsorve as energias desestabilizadoras. Por isso, é sempre bom ter um carvão na sua cozinha.


Agora, vamos fazer rejuvelac dar certo?


Germinação do trigo (ou qualquer outro cereal): 
8 horas na água e 24 horas no ar

Você vai precisar de: trigo, filó, elástico e água.


É melhor colocar as sementes de trigo de molho na água à noite. 

Retirar as sementes de trigo do molho na água pela manhã... Lavar, pelo menos, 5 vezes.


Continuar a germinação das sementes de trigo no ar... Até o dia seguinte de manhã.

 


Tamanho ideal da radícula (narizinho da semente) para fazer o rejuvelac
Após quase 1 dia e meio contados do início da germinação, trigos germinados às mãos...

Fazendo o tal do Rejuvelac...

Atenção, antes de usar as sementes para fazer o rejuvelac, lavar na água 5 vezes! É muito importante o processo de higienização.

1- Esterilize um vidro sem tampa com água fervente. Coloque uma colher ou garfo dentro do vidro para evitar que ele quebre. Os metais quebram o choque térmico.

2- Quando o vidro esfriar, coloque 1 parte de trigo germinado e 2 partes de água. Feche o vidro com um voal e coloque-o no lugar mais hermeticamente organizado da sua casa.

Que tipo de água deve ser usada para fazer a fermentação?

Use a água que você bebe. Afinal, será sempre a melhor água que tivermos acesso, concorda?


3- O vidro vai descansar por 3 dias sem ninguém tocá-lo.

ATENÇÃO: Se o lugar não estiver organizado, a colônia de microorganismos vivos morreu na água com sementes germinadas de trigo... O cheiro é insuportável.

4- Se após 3 dias, a água muda a coloração e surge uma nata branca por cima... Um leve aroma de fermentação e sabor adocicado.

Deu Certo! Você fez rejuvelac e já tem doutorado em Alimentação Viva!!!

Como usar o seu rejuvelac?

Coe a nata e use somente o líquido do Rejuvelac. Você despeja o líquido, mas nunca esvazia o vidro. Deixe sempre um tantinho de líquido no fundo do vidro.

Então, complete novamente com água... Faça isso até 3 vezes (ou seja 3 dias usando o líquido do rejuvelac). Na terceira retirada de líquido. Acabou a brincadeira!

Isso significa que, no terceiro dia, não é necessário juntar mais água. Acabou! Tem que fazer outro. O tempo máximo de rejuvelac é 5 dias... Não precisa de geladeira. A colônia dos micro-organismos vivos ultra-sensíveis, que moram lá dentro, morrerá de frio!

Ao término do rejuvelac, as sementes de trigo podem ser utilizadas em sopas, saladas, molhos e na preparação de iogurtes, quando misturados e liquidificados com frutas.

 

Como fazer queijos e ricotas vivas com rejuvelac?

https://www.panelasdecapim.com.br/apostilasvivas

Até breve!

Aline Chaves
Pesquisadora dos ciclos alimentares e alquimista de vegetais vivos





Quer mais? 
Então, cadastre-se para participar das nossas atividades!
 http://form.jotformz.com/form/50863841502655 

1 de jun de 2013

Fermentação de Alimentos - Parte 2

Este é um outro tipo de fermentação de alimentos... Enfim, esta culinária alquímica não tem limites!

Esta é uma conserva que fica pronta em 24 horas!
Aqui tem abobrinha em rodelas, repolho ralado e lentilha germinada descascada com limão e sal.

Você precisará de um vidro com tampa, água, limão, sal, vegetais crus e criatividade...

Primeiro é necessário esterilizar o vidro, já que é muito importante selecionar as colônias de microorganismos vivos que você deseja no seu fermentado.

Após o vidro esfriar, junte uma seleção dos vegetais que preferir, todos picadinhos com pouquinho de água, limão e sal. Então, escolha a combinação que melhor lhe convier. Tente, Teste, Experimente!

Se quiser, pode acrescentar ervas, pimenta, gengibre... A criatividade é sua... 

A fermentação deste picles fica pronta em 24 horas!!! 

Sem conservantes, então não guarde: coma!!!!

É possível fazer conservas só de temperos: alho, gengibre, coentro, alho poró. É possível também conservar palmitos frescos. Nesses casos, você deve guardar em geladeira e ir comendo aos poucos. Mas, faça sempre em pequenas quantidades, que é para não envelhecer demais.

Excelente para os viajantes, pois vão e vêm com a comida já pronta, rs.

Até breve!!!

Aline Chaves

Alimentação Viva: um outro estilo de viver

Afinal, o que é Alimentação Viva para você?  Para nós, não se trata de um hábito alimentar, muito menos de uma dieta. A Alimentação...

Jovens postagens

.

O conteúdo deste blog é ofertado aos leitores que desejam aprimorar-se nas práticas da Alimentação Viva e inspirar-se no estilo de vida ecológico.

Agradeço de profundo coração os compartilhamentos que CO-LABORAM para divulgar este trabalho, citando as respectivas fontes e autoria!

Aqui mora um pequeno resumo dos muitos anos dedicados à pesquisa, onde uso o meu próprio corpo como experimento.

Peço gentilmente que não utilizem as nossas publicações para fins comerciais. Só porque não vale à pena promover-se financeiramente às custas do esforço e criatividade alheios.

A Vida vem da Vida!

Com carinho,

Aline Chaves
A moça que planta nas panelas

Licença Creative Commons
Panelas de Capim de Aline Almeida Chaves está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://panelasdecapim.blogspot.com.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O que tem dentro das Panelas de Capim?

Voe para o nosso Site!

Voe para o nosso Site!
www.panelasdecapim.com.br