27 de mar de 2015

Néctar de côco com limão

Este líquido doce e delicado merece ser absorvido com muito carinho!


Alimento Vivo é veloz, direto e conectivo! Desce pela boca, purifica e exalta quem você realmente é: vida pulsante em forma de gente. 

Sem dualidade, sem mistério, sem meias delongas, sem lenga lenga...

Portanto, não adianta eu ficar aqui falando que você "deve tomar este suco". Porque o côco é isso e o limão é aquilo outro. rsrs Nada disso! 

Quem tem que dizer alguma coisa é a sensação produzida dentro de si, ao receber o néctar sensorial do côco que se juntou ao limão para te contar um segredo.

Na singularidade de quem aprecia um bom momento, 
sentir as maravilhas da natureza corpo adentro...

Só você pode interpretar!
Basta ser!!! rs


Então, anota aí:

Ingredientes

polpa branca de dois côcos verdes
1/5 de um limão com casca e tudo
1/2 xícara de passas claras ou 2 bananas maduras para adoçar

Modo de fazer:

Lave bem as passas claras e hidrate-as na água do côco por 10 a 15 minutos.

Tire a polpa dos côcos verdes. O ideal é que a casca verde do côco apresente algumas manchas marrons na borda externa. É sinal de que o côco está amadurecendo e a polpa está mais durinha.

Por fora, as manchinhas marrons
Faça um leite batendo no liquidificador: a polpa branca com a água do côco. Junte o pedaço pequeno de limão com casca e tudo. Bata também. Coe toda a mistura em um voal. 

Agora, devolva o leite de côco ao liquidificador e bata-o novamente com as passas claras (se achar necessário). A função das passas claras é adoçar sem escurecer este líquido alvo, branco e luminoso!!!!!!!


Acho que não preciso falar mais nada!


Como fazer chantillys, leites e iogurtes vegetais?





Com carinho,

Aline Chaves
Prima do limão e Alquimista de Vegetais Vivos

2 comentários :

  1. Olá
    Eu gosto muito do seu site mas tem certas coisas que é quase impossível fazer...Eu sou de Portugal e cocos verdes é coisa rara e cara também como faço leite de coco? Coco ralado dá? Abraço deste lado do Atlântico

    ResponderExcluir
  2. Oi, Maria!

    É que a nossa culinária costuma fazer a leitura da nossa bioregião. Nosso quintal aqui é cheio de coqueiros, por exemplos. Estamos no norte fluminense. Aqui é terra bem quente! rs

    Sim, substitua o côco verde por côco seco. O côco ralado? Acho que quase não tem mais água.

    Bem, que tal substituir por alguma castanha, nozes ou qualquer outra semente oleagionosa que seja abundante em sua bioregião? Tem alguma?

    Tá vendo! Isso é que dá morar longe da gente! rs

    Beijos querida!

    ResponderExcluir

Olá!

Escreva aqui o seu comentário sobre a postagem.

Alimentação Viva: um outro estilo de viver

Afinal, o que é Alimentação Viva para você?  Para nós, não se trata de um hábito alimentar, muito menos de uma dieta. A Alimentação...

Jovens postagens

.

O conteúdo deste blog é ofertado aos leitores que desejam aprimorar-se nas práticas da Alimentação Viva e inspirar-se no estilo de vida ecológico.

Agradeço de profundo coração os compartilhamentos que CO-LABORAM para divulgar este trabalho, citando as respectivas fontes e autoria!

Aqui mora um pequeno resumo dos muitos anos dedicados à pesquisa, onde uso o meu próprio corpo como experimento.

Peço gentilmente que não utilizem as nossas publicações para fins comerciais. Só porque não vale à pena promover-se financeiramente às custas do esforço e criatividade alheios.

A Vida vem da Vida!

Com carinho,

Aline Chaves
A moça que planta nas panelas

Licença Creative Commons
Panelas de Capim de Aline Almeida Chaves está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://panelasdecapim.blogspot.com.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O que tem dentro das Panelas de Capim?