14 de fev de 2014

Fazendo as pazes com o Arroz!

Durante o período de caminhada com o Alimento Vivo... Simplesmente deixei de comer arroz!

Por quê?

O arroz é uma semente com enorme concentração de amido. Desse modo, mesmo após germinada continua muito dura (assim como o milho). Já fiz diversas experiências com arroz germinado e a única que deu certo foi a farinha de arroz... Secava a semente germinada, batia no liquidificador e fazia a farinha.

Tá certo! Nada é permanente nesta vida, né? Consegui a fórmula para o arroz germinado amaciar... e fiz um risoto maravilhoso!!!

Lembre-se que arroz só germina se for integral e não estiver muito velho, momento em que perde o potencial germinativo!!!!! Você vai ter que experimentar para descobrir um bom lote de arroz  ainda com vida!

Arroz com cevadinha germinados ao molho de tomate seco

Germinação do arroz


Dia 1 - manhã: Colocar o arroz integral (melhor é o agulhinha) em um vidro coberto com filó e elástico. Deixar as sementes de molho na água por 30 horas.

Dia 2 - manhã: Escorrer a água do vidro. Lavar bem as sementes e colocar para respirar em um ângulo de 90° no escorredor de pratos.

Dia 3 - noite: Escorrer a água do vidro. Lavar bem as sementes e colocar para respirar novamente.

Dia 4 - manhã: Escorrer a água do vidro. Lavar bem as sementes e colocar para escorrer. Observe se a semente germinou... Em caso negativo, continue a experiência no ar até o narizinho aparecer.

Arroz germinado: 30 horas na água e 24 a 36 horas no ar.

Caraca! Que trabalheira esse tal de arroz... Mas, são experiências muito interessantes. Bom, no lugar do arroz, você também pode fazer o risoto com qualquer cereal germinado: quinoa, aveia, cevadinha, trigo ou centeio em grão... 

Receita do Risoto: arroz germinado com cevadinha



Ingredientes:

1 xícara de arroz germinado no ar
1 xícara de cevadinha germinada na água
100g de tomate seco hidratado por 20 minutos na água
2 tomates frescos
ervas cheirosas
1/2 limão
azeite
sal

Modo de fazer:


Reúna em um recipiente: as ervas do seu gosto (eu usei alho poró e salsinha), o limão, sal e azeite. Deixe separado. 

Bata a metade dos tomates secos re-hidratados com tomates frescos no liquidificador. Não use água.

Em uma panela de barro, junte o restante dos tomates secos re-hidratados picadinhos e as sementes germinadas. A escolha da cevadinha é porque é um cereal muito macio, misturada ao arroz fica bem legal. Até porque são macios, texturas, diferentes. Se não tiver cevadinha, serve aveia germinada nas águas.

Comece a AMORnar com as mãos dentro da panela (esta é a melhor forma de controlar a temperatura do fogo da vida. Até 43° graus seu corpo suporta e sua comida continua com vitalidade).

Quando estiver morninho, acrescente os demais ingredientes para temperar... Está pronto!

Sirva com uma salada bem multicolorida!!!!!!!!

17 comentários :

  1. OI Aline. Sabe que sempre usei arroz germinado desde que comecei a alimentação viva no ano passado e sempre disse que: o arroz, especialmente, na alimentação viva, após germinado, fica como se estivesse cozido - molinho, gordinho e agradavel! Realmente, o que tenho usado, da marca biju se não me engano, sempre germina bonitinho, do jeito descrito! Habia lido que se trata de um GERMINADO NÂO GERMINACEO, ou seja, não aparece broto a olhos nus, apesar de um arrebitamento,as vezes acentuado, que aparece.... Não sei se o seu é arroz selvagem ou outro, mas tambpem li que a generos que levam dias e dias para germinar... O meu 12 horas na agua e 24 no ar ja esta mais que bom... Não sei , na realidade , se eu insistir na germinação ele realmente brotara semelhante ao teu.... O FATO È: ele sempre é molinho!!!!!! Estou so compartilhando com vc.

    Outra coisa, estou aproveitando para lhe perguntar e compartilhar experiencias que tive com jejuns, na recuperação de doenças e na ''reconexão com o Ser". Ja realizou jejuns longos, de 5,7 ou 10 dias? Um abraço, novamente muito obrigado pelo blog... Estou reunindo informações para um dia poder divulgar como vc. Seu talento para culinária é lindo! PRatos sempre encantadores e belos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Aline, parabéns pelo blog e pelos ensinamentos. Fiquei com dúvida sobre os molhos do arroz depois do segundo dia. Acontecem? Os dias 3 e 4 começam com escorrer a água do vidro. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernando!

      O molho do arroz na água acontece somente no primeiro dia!!!

      A partir do segundo dia não tem mais molho, tá? A semente vai respirar dentro do vidro coberto com o filó e o elástico.

      É que o processo de germinação no ar, começa pelas águas que despertam sementes.

      Bem, é só seguir o passo a passo e ter sorte de adquirir sementes de arroz integral frescas (ou seja que ainda germinam)!

      Só para você se situar como funciona o processo de processo de germinação no ar, para a maioria das sementes, visite o post:

      http://panelasdecapim.blogspot.com/2013/10/sementes-que-germinam-no-ar.html

      Lembrando o processo específico para germinação do arroz é este descrito aqui. Isso ocorre, pois o tempo e forma de germinação no ar são diferentes das outras sementes.

      Outro abraço!

      Excluir
  3. Com essa tua receita, deu até vontade de fazer as pazes com o arroz...

    Nunca imaginei que era possível viver sem arroz, agora que me acostumei sem ele acredito que ainda não seja a hora de provar rsrsrs. Tenho muito para experimentar e chegará o tempo do arroz germinado.

    Um grande abraço com admiração ;)

    ResponderExcluir
  4. Aline, tudo bem? Sou o Eduardo do coletivo Alquimia Verde, de alimentação viva.

    Eu estava crudívoro até hoje, quase 6 meses... dai, tentei germinar o arroz e não conseguia... tentei de tudo, sei que o frio do sul faz demorar mais o processo, mas acabou que cozinharam o arroz aqui em casa e fiquei sabendo quando cheguei. E comi um prato de arroz cozido com salada.

    Fiquei me sentindo pesado na barriga e no coração, queria ter mais a energia do grão de arroz. A verdade é que eu queria germinar arroz para tentar criar alguma massa de pizza viva sem glúten, desafio que não consigo resolver ainda.

    Pretendo não deslizar mais no meu crudivorismo, se souberes alguma dica de gemrinação de arroz cateto ou algum substituto crudi para massa de pizza sem glúten eu te agradeço demais!

    E desde já agradeço tua atenção! Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eduardo!
      Tudo bom?

      Minha dica para criar massa com o arroz é após germiná-lo... desidratá-lo e bater no liquidificador. Vai virar farinha de arroz germinado. Aí, com a farinha na mão, você inventa o que quiser...

      Outra dica de massa super interessante sem glúten, está aqui nesta postagem:
      A Fantástica Torta de Raízes...

      Trata-se de uma massa à base de inhame ralado e farinha de mandioca desidratada. Olha aí o link: http://panelasdecapim.blogspot.com.br/2014/04/a-fantastica-torta-de-raizes.html

      Sucesso para você e para o Alquimia Verde!

      Excluir
  5. Que sal você usa nas tuas preparações?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!

      Aqui em casa compramos sacos de 30 quilos com sal de boi, sem anti-umectantes e conservantes. Moemos o sal no liquidificador. Utilizamos o sal na culinária, para limpeza doméstica e em pinturas com argila. Todavia, ainda assim, dura muiiito tempo.

      Até!

      Excluir
  6. Oi Aline!

    Por favor, é possível usar grama do arroz em suco verde?
    Vc sabe alguma informação esse respeito? Propriedades etc?

    Eu segui suas dicas sobre como germinar arroz, uau, deu certo e fiz uma torta viva maravilhosa de arroz, cenoura, couve-flor, linhaça, alpiste e arroz integral germinados. Deu tão certo... Nem acreditei.

    Obrigada pelo lindo blog!
    bjos no coração.

    Aline

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida!

      Se você me diz que conseguiu germinar o arroz é porque este lote está bom. Agora, testa a germinação na terra. Faz o broto e espera a graminha dar o ar de sua graça!

      Sim, pode colocar no suco com certeza!

      beijo

      Excluir
  7. Aline, por favor, não sei se você poderá me dizer, mas se puder, desde já agradeço, e se não puder, agradeço da mesma forma (já aprendi muito com você! obrigada do fundo do meu coração!), gostaria de saber sobre o sal! Li no seu post acima que vc compra o sal de boi sem umectantes e conservantes, tente achar na internet, mas não consigo, os que vi tem sim conservantes e umectantes, você poderia dizer a marca que usa? Obrigada! Bejus! Liliane.

    ResponderExcluir
  8. Nossa, que espetáculo!!!
    Uma das minhas grandes resistências a começar a me alimentar com.alimentos vivos era o arroz!!!
    Amo arroz.
    Mas, tenho uma pergunta ... que nem se restringe a essa receita do risoto, mas leva em conta outros pratos da alimentação viva. Posso preparar pela manhã para levar para o almoço no trabalho???
    Estou buscando alternativas ao almoço diário em restaurantes no trabalho. Pensei em preparar meu próprio alimento em casa e levar na marmita, mas os procedimentos com a comida cozida são muito anti saudaveis, como cozinhar, congelar e aquecer.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Elaine!

      Sim, você pode preparar alguns pratos com legumes/sementes germinadas marinados ou fermentados ou em conservas cruas.

      Você leu a nossa recente postagem: "Abrace o seu tempo! Algumas dicas para entrar no ritmo da Alimentação Viva". Tem muita dica sobre isso lá!

      Um beijo

      Excluir
  9. Olá Aline!
    Estou ainda iniciando no crudivorismo (em fase de aprendizado) e quero em primeiro lugar te agradecer por sua generosa disposição em compartilhar seus conhecimentos! Aprendi mais com você do que em toda a minha pesquisa!
    Queria saber se você já tentou fazer desta forma o milho de pipoca para ver se amolece.
    Um beijo,
    Luciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciana!

      Que lindo! Te agradeço de coração o carinho. Fico muito radiante de saber que este blog está dando suporte à sua pesquisa no caminho do autoconhecimento...

      Olha, a única coisa que consegui fazer com o milho de pipoca foi gramas verdes... Lindos brotinhos, querida!

      beijos

      Excluir
  10. Ola Aline. Obrigado por dividir suas experiências conosco. Até que enfim consegui germinar arroz. Muito difícil, várias tentativas, mas deu certo. Nem todos os graos germinam, mas a maioria sim, acho que por serem descascados.
    Marca: Jasmine integral agulhinha não parboilizado (o parboilizado, por ser pre cozido não germina.

    Procedimento: fim do primeiro dia/ lava-se bem o arroz agitando e descartando a agua, até que a agua fique mais clara (isso quer dizer que uma parte do amido - creio eu, foi eliminado)/molho por 24h/fim do segundo dia: descarta-se a agua; lava-se de novo agitando e descartando a agua até que a agua fique mais clara/molho por mais 12h/manhã do terceiro dia: descarta-se a agua; lava-se bem como descrito acima; escorre-se a agua por fim e coloca-se num vidro padrao com filó, virado para baixo e encima de um tecido cru de algodão com algumas dobras (isso vai ajudar a criar uma boa estufa pra germinaçao
    do arroz); deixar no ar por 12h/fim do terceiro dia: lavar bem como descrito acima, descartar a agua e deixar no ar por mais 12h/manhã do quarto dia: verificar se a colheita germinou. Se nao, repetir o processo de lavar e descartar agua de 12 em 12h, até que germine. Se a colheita apodrecer, o processo deverá ser recomeçado.
    Causas da não germinaçao: graos velhos ou arroz parboilizado; tipo do arroz; temperatura da regiao, umidade do ar, estaçao do ano, etc.
    oBS.: A germinaçao pode mudar muito de regiao para regiao do Brasil. É necessário experimentar e ver o que se adequa a sua região, principalmente numa cultura como a do arroz.
    Regiao da Germinação: Centro-Oeste
    Clima: Seco e quente de dia, frio e seco a noite
    Estaçao: pre inverno;
    Mês: meados de maio;
    Temperatura media: 25 a 29 graus de dia; 15 a 17 graus a noite;
    Umidade: media de 50% e 80% no final do processo (ocasionado por chuva).

    ATENÇAO: ESSE POST É SÓ UMA DESCRIÇAO DE UMA ATIVIDADE PARTICULAR. NÃO É ACONSELHÁVEL USAR ESSE POST COMO BASE PARA QUALQUER PROCEDIMENTO, EXPERIÊNCIA OU MODELO PARA OUTREM.

    ResponderExcluir

Olá!

Escreva aqui o seu comentário sobre a postagem.

Alimentação Viva: um outro estilo de viver

Afinal, o que é Alimentação Viva para você?  Para nós, não se trata de um hábito alimentar, muito menos de uma dieta. A Alimentação...

Jovens postagens

.

O conteúdo deste blog é ofertado aos leitores que desejam aprimorar-se nas práticas da Alimentação Viva e inspirar-se no estilo de vida ecológico.

Agradeço de profundo coração os compartilhamentos que CO-LABORAM para divulgar este trabalho, citando as respectivas fontes e autoria!

Aqui mora um pequeno resumo dos muitos anos dedicados à pesquisa, onde uso o meu próprio corpo como experimento.

Peço gentilmente que não utilizem as nossas publicações para fins comerciais. Só porque não vale à pena promover-se financeiramente às custas do esforço e criatividade alheios.

A Vida vem da Vida!

Com carinho,

Aline Chaves
A moça que planta nas panelas

Licença Creative Commons
Panelas de Capim de Aline Almeida Chaves está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://panelasdecapim.blogspot.com.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O que tem dentro das Panelas de Capim?