18 de dez de 2015

Viva a muDANÇA! Seja o seu próprio "plano de saúde"!

Você sabia que a escolha de um estilo de vida define o seu estado de saúde?

A forma como vivemos determina os níveis de força que nós temos.



Orienta, também, padrões de equilíbrio e  discernimento da postura mental. Define a nossa flexibilidade para desfazer-se de idéias fixas e opinões pré-concebidas. Regula a capacidade de criar soluções em situações de crise...
Portanto, quando algo não estiver bem e você sentir que há presença de desequilíbrio no seu viver, abra o jogo. Pergunte a si mesmo.

Reserve um momento para si. sente-se confortavelmente e cuide para não ser interrompido. Respire devagar, lenta e profundamente. Preste bastante atenção aos ritmos internos. Sinta a energia do seu corpo. Só assim você irá conversar com o seu coração!

Faça as seguintes perguntas e responda-as com verdade...

  • Como é o seu dia? 
  • Você realiza atividades diversificadas (intelectual, física, cultural)?
  • Você gosta do modo como suas atividades estão distribuídas?
  • Qual a refeição mais comum durante a semana?
 E mais...
  • Como é o seu período de descanso?
  • Você sente falta de algum tipo de atividade?
  • Você está satisfeito com o ritmo em que a sua vida acontece?

A resposta é o resultado do seu plano de saúde! 

Agora, seguem algumas dicas especiais que favorecem muDANÇAS para estilos de vida muito mais saudáveis... 

De imediato, já digo logo que as respostas não estão prontas aqui no post. O autoconhecimento é a chave delas. Portanto, nossa intenção é que você inicie a sua pesquisa.

1. Troque as ilusões de prazer imediato por alegrias duradouras


Escolhas revitalizantes criam estilos de vida mais saudáveis, sem dúvida.  O difícil é conseguir sair do zero e mudar tudo de uma hora para outra.

Começamos, portanto, avaliando atitudes que geram prazeres em nossa vida...

Sim, agora vamos fazer o exercício de concentrar menos importância em atitudes que buscam um tipo de prazer tão superficial que, em poucos instantes, perde todo o sentido.

Agora, reflita?

Prazer imediato... O que é bom, mas só no começo? Depois, de 5 minutos atrapalha a sua vida toda. rs

Alegria duradoura... Atividades que revitalizam o seu viver e geram sensações prolongadas de bem-estar.

Termômetros? Seu corpo, sua mente, seu coração e sua conta bancária.

Optar por um modelo de vida que traga mais alegrias duradouras é celebrar a nossa história com um campo energético de vitalidade permanente.

2. Escolha um caminho: vitalidade ou intoxicação?

Ou como diria o nosso amigo D. Pedro I: Independência ou morte?

Assumir independência pela própria vida é colocar seus propósitos, prioridades e escolhas mais íntimas na direção daquilo que te fortalece, ao invés de enfraquecer.

Tarefa nada fácil para quem vive em cidades. Locais que acumulam tensões, tornam indivíduos menos sensíveis e mais intolerantes. Por isso, estamos tão sujeitos às intoxicações! Elas são culturalmente aceitas...
 
Escolhas revitalizantes criam estilos de vida mais saudáveis! A questão é, muitas vezes, consideramos certos sintomas como normais.

Queremos mostrar aqui que não há normalidade nenhuma em tornar-se um chato de carteirinha! Na verdade, sintomas de intoxicação ensinam a tomar posturas de mudança.
Para isso, selecionamos uma pequena lista de sintomas que identificam:
  •  característica de um indivíduo limitado aos hábitos intoxicantes.

SINTOMAS DE INTOXICAÇÃO: insatisfação, engarrafamento, ar condicionado, comportamento agressivo, qualquer tipo de poluição, ansiedade, antipatia, hostilidade, raiva, irritabilidade, medo, dor de cabeça, náuseas, pálpebras inchadas, olheiras, odores corporais, inchaços, alergias, gordura localizadas no abdômen e curvatura na coluna.

  •  características de um indivíduo que pratica hábitos revitalizantes.  
SINTOMAS DE VITALIDADE: felicidade, andar a pé, ar livre, amorosidade, qualquer tipo de contato com a natureza, paciência, simpatia, gentileza, paz de espírito, serenidade, amor, alegria de viver, sensação de bem-estar constante, expressão de contentamento, vontade de sorrir para todo mundo, abdômen e coluna eretas.


3. Uma alimentação mais saudável torna a sua vida mais alegre


Se você nunca ouvir falar sobre serotonina, chegou a hora de acessar informação. Trata-se de um hormônio responsável por despertar sensações permanentes de alegria e contentamento.

90% da serotonina presente no seu corpo é produzida pelos intestinos! 

Exatamente! A felicidade depende do bom funcionamento do sistema gastrointestinal.

Durante a assimilação de alimentos saudáveis, o organismo consegue produzir enzimas digestivas suficientes para extrair matéria-primas capazes de gerar serotonina.

Todavia se esse organismo é movido por estresse, todo este processo é impedido.

A ausência de serotonina bloqueia a inteligência emocional e cria um estado depressivo permanente.

As principais causas da ausência de serotonima no organismo:
  • estresse biológico;
  • estresse interpessoal;
  • estresse psíquico.
O estresse biológico é causado pela má alimentação, especialmente pela ausência de alimentos alcalinos: vegetais crus, sementes germinadas e brotos.
Saiba mais na postagem que explica a alcalinidade dos alimentos vivos

O estresse interpessoal é causado pela dificuldade no relacionamento com amigos, familiares, problemas com trabalho.

O estresse psíquico é causado por sensações de dor, perda e abandono de si mesmo (falta de tempo para lazer, silêncio, reflexão, introspecção, solitude).

Ôpa! Reflita aí, um pouco, sobre seus hábitos alimentares e suas variações de humor, tá! rs

4. Pratique o autoconhecimento


Fique esperto para uma coisa! Ao longo da vida, nos intoxicamos muito mais pelos hábitos de vida e relacionamentos conflituosos do que pelo que entra pela nossa boca.

Por isso, adotar atividades revitalizantes como modo de viver é um gesto de amor próprio e autoconhecimento.

Quer um exemplo? Lembre que você existe!


Vá caminhar, andar de bicicleta, escrever seus sonhos e realizações em um caderno, fazer uma boa leitura, alimentar-se apenas o suficiente e quando estiver com fome, beber água, respirar profundamente, cantar, dançar a sua música preferida numa terça-feira ensolarada ou uma tarde de domingo, concentrar-se em energias e pensamentos positivos.

Dê valor àquilo que você acredita e considere que a vida faz mais sentido quando você não permite ser escravizado pelo modelo mental de sociedade organizada contemporânea, implantado dentro da sua cabeça como verdade incondicional.

Então, solte seus condicionamentos e encontre tempo para desfrutar da sua própria companhia. Passe mais tempo com você mesmo. Verá que vale a pena!

Uma boa notícia?


Encontrar o melhor plano para a nossa saúde, faz com que nos encontremos também!

Viver muito mais e melhor!!!

Bom aprendizado para quem deseja estar em paz com todos os seres.

Com carinho,

Aline Chaves
Educadora para Sustentabilidade

6 comentários :

  1. Aline, amei esse post. Tão real e verdadeiro. Gostaria de aprender a Viver essa munDANÇA no meu de um dia-a-dia na cidade. Na correria do dia, do trabalho, da casa, da familia. Gostaria de re-ligar a beleza da vida no dia-a-dia... Como se desintoxicar de tantos males que nos mesmo nos causamos? Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rita!

      Gratidão pelo carinho da mensagem.

      Olha, o primeiro caminho para desintoxicação é tomar consciência do desejo de tornar este processo realidade na sua vida. Começa de dentro para fora e independe do lugar onde você esteja... É um pedido interno do coração!

      O segundo caminho é o desejo de liberdade. Sim, porque toda desintoxicação é um processo de liberdade. Portanto, verifique todas as amarras que estão te impedindo de começar.

      Breve, vem aí um post sobre desintoxicação.

      Força, poder e ousadia!

      Excluir
  2. Oi Aline. parabéns pelo site novo e lindo.
    Só vi essa postagem agora, mas esse ano decidi mudar, pois eu sei que se eu quero que seja diferente tenho que fazer algo diferente. O ano que passou eu simplesmente esqueci de mim, pelo trabalho, pelo estresse de ser pressionada e cobrada, foi um ano ruim, o meu corpo chamava a atenção, pedia ajuda (aparecendo alergias e dores) e eu não tinha tempo de parar e olhar pra dentro de mim. Minha consciência dizia que eu precisava parar, mas minhas pernas continuavam andando. Esse ano decidi mudar, ter um tempo pra me ouvir, pra respirar fundo, pra me alongar, pra me cuidar. Não quero viver mais desse jeito, "acompanhando a boiada", quero mudanças significativas e amei encontrar essas palavras tão charmosas. Sou grata pelo incentivo. Acho que vc deve tomar uns goles de água de côco ou suco bem verdinho, daqueles feitos com brotos, antes de escrever cada postagem, ou come alguma fruta da estação beeem doce, pra essas palavras saírem assim, tão carinhosas. Vc é uma preciosidade pra mim. Um abração e desejo de sucesso nesse ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciara!

      Fico feliz de saber que só estamos aqui:

      "Só pensando no BEM que se manifestará"...

      Que a vida seja sempre alegre e valente para perceber quando é o momento certo de redesenhar.

      Fico feliz com suas palavras! Você é muito querida!

      beijos flores

      Excluir
  3. Aline, já estou tentando melhorar muito minha vida, torná-la mais saudável em todos os sentidos. Adorei tua postagem, é muito bom ler estas coisas maravilhosas, nos faz pensar mais frequentemente nos detalhes! Gratidão,
    Egle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Egle!

      Sou eu quem agradeço o carinho da mensagem e da participação.

      beijos

      Excluir

Olá!

Escreva aqui o seu comentário sobre a postagem.

Alimentação Viva: um outro estilo de viver

Afinal, o que é Alimentação Viva para você?  Para nós, não se trata de um hábito alimentar, muito menos de uma dieta. A Alimentação...

Jovens postagens

.

O conteúdo deste blog é ofertado aos leitores que desejam aprimorar-se nas práticas da Alimentação Viva e inspirar-se no estilo de vida ecológico.

Agradeço de profundo coração os compartilhamentos que CO-LABORAM para divulgar este trabalho, citando as respectivas fontes e autoria!

Aqui mora um pequeno resumo dos muitos anos dedicados à pesquisa, onde uso o meu próprio corpo como experimento.

Peço gentilmente que não utilizem as nossas publicações para fins comerciais. Só porque não vale à pena promover-se financeiramente às custas do esforço e criatividade alheios.

A Vida vem da Vida!

Com carinho,

Aline Chaves
A moça que planta nas panelas

Licença Creative Commons
Panelas de Capim de Aline Almeida Chaves está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://panelasdecapim.blogspot.com.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O que tem dentro das Panelas de Capim?

Voe para o nosso Site!

Voe para o nosso Site!
www.panelasdecapim.com.br