13 de dez de 2013

Cadê o pé no chão?


"Meias verdades
Meias vontades 
Meias saudades 
Viver pela metade é ilusão 
Tire as suas Meias 
Ponha o pé no chão." 

Augusto Barros






Já andou com os pés descalços no chão de uma floresta?

E na sala da sua casa?

Seja qual for a sua resposta, lembre-se: você nasceu descalço!

Ambientes fechados e esterilizados exercem grande influência sobre a capacidade de imunidade do organismo, a tal ponto de conduzir ao extremo: um corpo ser atacado por ele mesmo

Pense no seu sapato. Suas bolhas já falaram isso para você... E você ainda não entendeu????

Embaixo de tantos concretos, cimentos, asfaltos, pisos, tapetes e calçados, há uma lógica imprescindível ao desenvolvimento do organismo humano.

Há diversas funções terapêuticas oferecidas por um solo vivo, organizado e livre de toxinas. A maior delas é a liberdade de um pé... Quer ver só?


Sabia que quem anda com os pés na terra estimula seu sistema imunológico? O corpo fica muito mais resistente, inclusive às alergias e doenças infecciosas.

Não paramos por aí! O poder de cura da terra age bem além do corpo físico... vai adiante para ativar o campo de energia vital de cada ser vivo, tendo em vista suas capacidades radioativas e eletromagnéticas. 

A argila é uma sábia! Sua inteligência atua em dois sentidos, opostos e complementares. Ao mesmo tempo em que o contato com a terra retira de nós o que não serve, simultaneamente ele fortalece o sistema nervoso e alimenta o nosso campo vital.

Isso significa dizer que o estímulo dos pés expostos ao solo argiloso expulsa matérias mórbidas do corpo humano. Além disso, facilita a penetração, também através das solas dos pés, de correntes magnéticas e elétricas do fundo da terra: as chamadas energias telúricas das profundezas terrestres!

Portanto, quem coloca o pé no chão, além de dar uma boa ‘aterrada nas emoções’, de quebra ainda experimenta desintoxicação, descongestionamento, re-vitalização e tonificação do organismo. Tudo de uma vez só!!! E olha que ainda potencializa o tal do sistema imunológico!!!

Da planta dos pés ao coração, 
há menos distância do que a lógica desta terra possa imaginar.”
Jesus, em 'O Caminho dos Essênios'

Não acredita?


Tanto é verdade que, há milênios, a medicina oriental concentra um diagnóstico de todas as funções orgânicas do corpo humano em meridianos estrategicamente localizados...

Onde? Na sola dos pés!

O nome disso é Reflexologia. Coração, pulmão, fígado, cérebro, intestinos, rins, todos interligados em pontos distribuídos nos pés!!!

Para reflexão do tema, segue texto do livro ‘O Caminho dos Essênios’ (Vol. I, p.135):

“A terra não nos nutre somente através do que produz, mas por um constante sopro de forças que faz brotar de suas profundezas. Nossos pés são como raízes móveis de nossa árvore corporal e que recebem constantemente uma seiva secreta, maternal em sua polaridade, reflexo mutante da seiva solar. Assim, a terra nos fala e não fechamos os ouvidos, sabendo muito bem que cada uma das células do nosso corpo, estivesse ela na planta dos pés, traz em si o embrião de todos os nossos órgãos, de todos os nossos sentidos e de nosso coração luminoso”.

Experimente andar descalço na terra e ficar consciente da recepção dessas informações! Se não conseguir, então coma mais raízes... Um dia você chega lá! rs

Para saber mais, leiam:
“Argila: um santo remédio e outros tratamentos compatíveis”, de Iracela Cassimiro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Olá!

Escreva aqui o seu comentário sobre a postagem.

Alimentação Viva: um outro estilo de viver

Afinal, o que é Alimentação Viva para você?  Para nós, não se trata de um hábito alimentar, muito menos de uma dieta. A Alimentação...

Jovens postagens

.

O conteúdo deste blog é ofertado aos leitores que desejam aprimorar-se nas práticas da Alimentação Viva e inspirar-se no estilo de vida ecológico.

Agradeço de profundo coração os compartilhamentos que CO-LABORAM para divulgar este trabalho, citando as respectivas fontes e autoria!

Aqui mora um pequeno resumo dos muitos anos dedicados à pesquisa, onde uso o meu próprio corpo como experimento.

Peço gentilmente que não utilizem as nossas publicações para fins comerciais. Só porque não vale à pena promover-se financeiramente às custas do esforço e criatividade alheios.

A Vida vem da Vida!

Com carinho,

Aline Chaves
A moça que planta nas panelas

Licença Creative Commons
Panelas de Capim de Aline Almeida Chaves está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://panelasdecapim.blogspot.com.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O que tem dentro das Panelas de Capim?