12 de out de 2013

Broa de Milho Verde

Esta é uma receita com gostinho do sol da roça! Vale a pena conferir...



Nossa dica é que você comece a prepara-lá pela manhã. Assim, até a hora do almoço já deu tempo de desidratar a broa, que é muito mais do que BOA... é ÓTIMA!

Ingredientes:

2 milhos verdes debulhados
1 batata baroa pequena
erva doce fresca à gosto
sementes de erva doce à gosto


A receita é bem simples! Basta ter sementes de trigo germinadas em mãos.
O milho deve ser debulhado da seguinte maneira: coloque o milho descascado em pé sobre uma tábua. Com uma faca, faça o gesto de cortar de cima para baixo. Vá debulhando todo o milho.
No liquidificador, coloque primeiro os milhos debulhados e a batata baroa cortada em quadradinhos no fundo. Por cima, coloque o trigo germinado.  Bata sem utilizar água. Com o auxílio de uma cenoura... comece a socar a mistura como se o liquidificador fosse um pilão.
Quando se tornar um creme homogêneo, adicione a erva doce fresca e bata novamente.
Sua massa já está pronta! Agora, adicione as sementinhas de erva doce. Modele sobre um tecido de voal, escolha um recipiente e leve ao sol. 




A finalidade do voal é que ele  facilita a virar a massa para desidratar de ambos os lados.
Não tem sol? Use o forno aberto do seu fogão para desidratar. Controle a temperatura com as mãos.
Que o Anjo do Apetite esteja do seu lado quando você for saborear!

Com carinho,

Aline Chaves

5 comentários :

  1. Aline, a primeira vez em que usei a batata baroa crua, a musculatura na minha garganta contraiu de uma tal maneira, senti uma acidez tão assustadora que nunca mais tive coragem em tocar nela. Vc já viu algo como isso acontecer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!

      Sim, já vi. isso acontecer com a taioba e com o inhame de porco (ou inhame bravo): as únicas plantas comestíveis tóxicas para serem comidas cruas, pelo que conheço.

      A batata baroa, muito pelo contrário, sempre doce, paladar agradável, delicada.

      Terá sido alguma variedade mais rústica?

      Excluir
  2. Gosto tanto... E esse bolo solar, parece precioso! Ah, gosto tanto, que pesar! Acontece que minha'lma passou a repelir milho depois de umas severas histórias que andei a ver por aí... sobre vilões enigmáticos: modificação genética, agrotóxicos. Snif. Eu, que era a maior milheira do mundo.
    Será difícil conseguir milho caipira? Nunca vi...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Huummm

      Aqui onde moro (nas terras quentes do Rio de Janeiro) milho nasce com alegria.

      Bem, deve ser a época do ano. Procure com os agricultores da sua região no período do verão. Se não conhece quem planta perto de você, procure no site Agroecologia em Rede. Lá você entra as experiências regionais e se integra com o povo que faz o movimento perto de você.

      Espero ter contribuído com alguma informação.

      http://www.agroecologiaemrede.org.br/

      Inté!

      Excluir

Olá!

Escreva aqui o seu comentário sobre a postagem.

Alimentação Viva: um outro estilo de viver

Afinal, o que é Alimentação Viva para você?  Para nós, não se trata de um hábito alimentar, muito menos de uma dieta. A Alimentação...

Jovens postagens

.

O conteúdo deste blog é ofertado aos leitores que desejam aprimorar-se nas práticas da Alimentação Viva e inspirar-se no estilo de vida ecológico.

Agradeço de profundo coração os compartilhamentos que CO-LABORAM para divulgar este trabalho, citando as respectivas fontes e autoria!

Aqui mora um pequeno resumo dos muitos anos dedicados à pesquisa, onde uso o meu próprio corpo como experimento.

Peço gentilmente que não utilizem as nossas publicações para fins comerciais. Só porque não vale à pena promover-se financeiramente às custas do esforço e criatividade alheios.

A Vida vem da Vida!

Com carinho,

Aline Chaves
A moça que planta nas panelas

Licença Creative Commons
Panelas de Capim de Aline Almeida Chaves está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://panelasdecapim.blogspot.com.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O que tem dentro das Panelas de Capim?